PUBLICIDADE
Aposentados que contribuíram antes do Plano Real podem pedir revisão, diz Paim
13/12/2019 16:12 em Justiça

Da Redação | 12/12/2019, 15h58/Agência Senado

A imagem da capa do site Multisom é meramente ilustrativa  e foi retirada de arquivos da internet/Google

  • Plenário do Senado Federal durante sessão não deliberativa.  Em discurso, à tribuna, senador Paulo Paim (PT-RS).  Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Waldemir Barreto/Agência Senado

 

Saiba mais

O senador Paulo Paim (PT-RS) fez um alerta nesta quinta-feira (12), em Plenário, aos aposentados que contribuíram com a Previdência antes de 1999, quando a moeda do Brasil não era o Real.

O parlamentar explicou que a base de cálculo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é feita pela média aritmética simples dos 80% maiores salários durante todo o período de contribuição. Porém, essa média só contabiliza os salários recebidos após o Plano Real, ou seja, após 1994, desconsiderando, assim, os vencimentos em outras moedas como o Cruzado e o Cruzeiro.

Ao excluir esses valores, a norma pode ter prejudicado o cálculo de alguns aposentados, disse Paim. Por isso, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) proferiu uma sentença que abre jurisprudência para corrigir essa questão prevista na lei 8.213/1991.

— Agora, todo o aposentado que desconfia ter sido vítima de um erro de cálculo do benefício pode solicitar a correção do valor do INSS com pedido administrativo feito junto a agência da Previdência Social ou entrar com uma ação na Justiça para receber os atrasados — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

 

Fonte: Agência Senado

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE