PUBLICIDADE
Campanha transforma camisas de futebol em batas hospitalares para crianças
17/05/2019 11:01 em Internacional

Iniciativa 'Las batas más fuertes', organizada pela publicação espanhola Panenka, pode ganhar dimensões globais com a boa recepção de hospitais, pacientes, clubes e torcedores

 

Estado de Minas/Site Estado de Minas

Postado em 16/05/2019 19:25 / Atualizado em 16/05/2019 20:17

A imagem da capa do site Multisom foi retirada de arquivos da internet/Google

 

O quadro clínico e a rotina hospitalar de um paciente podem ser melhorados de diferentes formas. Entre os vários projetos terapêuticos, alguns testados diretamente nos centros de saúde, outros alcançados após meses e até anos de pesquisa, uma campanha lançada pela revista espanhola Panenka, especializada em futebol, marcou um gol de placa ao unir a força do futebol com o auxílio a crianças em tratamento.


Provando que o futebol vai muito além das quatro linhas, a campanha ‘Las batas más fuertes’, iniciada em Madri, deve se expandir mundialmente. No projeto, crianças em tratamento no Hospital San Rafael receberam as camisas dos três maiores clubes do país. Os 'mantos', no entanto, foram adaptados e transformados em batas hospitalares.

 

Os produtores produziram as batas a partir dos uniformes de Lionel Messi, do Barcelona, de Sérgio Ramos, do Real Madrid, e de Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid. Com a vestimenta dos ídolos, as crianças participaram de um vídeo para divulgar a campanha.

 

“Todos os dias, nos hospitais, muitos meninos e meninas disputam um jogo muito difícil. Por isso mesmo convertemos camisas de futebol em batas de hospital, para que se sintam mais fortes”, lê-se no tweet que a Panenka publicou nessa terça-feira.

 

O sucesso foi tanto que a iniciativa, lançada apenas regionalmente, deverá se tornar mundial. “Isto apenas começou e esperamos que possamos ajudar o maior número de crianças com este modesto pedaço de pano”, publicou a revista.

 

Hospitais de toda a Espanha, além de outros países como Argentina, Chile, EUA, França,  Itália, México, Portugal e Senegal se disponibilizaram para ampliar a campanha. Para se cadastrar, os centros de saúde devem enviar e-mail para lasbatasmaisfuertes@panenka.org.

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE