PUBLICIDADE
'Filhos pertencem aos pais', diz Damares sobre Lei da Palmada
13/08/2019 15:06 em Política

A ministra de Bolsonaro defendeu que o estado não tenha 'nenhuma interferência' na família, mas acompanhe e puna agresssores

 

Juliana Cipriani/Site Estado de Minas 

Postado em 13/08/2019 13:08 / Atualizado em 13/08/2019 14:15

A imagem da capa do site Multisom foi retirada de arquivos da internet/Google

 

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves afirmou na manhã desta terça-feira (13) que “os filhos pertencem aos pais, e não ao estado”. A declaração foi dada – durante visita a Belo Horizonte – em resposta a um questionamento sobre que avaliação ela tem da Lei da Palmada, que proíbe os pais de aplicaram castigos físicos nas suas crianças.

 

“Temos que ter muita atenção e cuidado com isso, nenhuma interferência estatal na família, com um detalhe: o estado tem que preservar a integridade física da criança. Os agressores serão punidos e acompanhados, mas a família tem a autonomia na educação dos seus filhos”, disse, emendando não ser contra a lei da palmada, mas contra a agressão da criança. 

 

Agressores de mulheres

 

Em visita a Belo Horizonte, a ministra também comentou o aumento de feminicídios no país e disse que sua pasta está trabalhando para aumentar a rede de proteção. Uma das medidas, segundo ela, é levar informação sobre a Lei Maria da Penha às escolas. 

 

“Ah, agressores de mulheres se preparem, é um novo tempo, um novo governo, e a gente manda um recado: Acabou para vocês, nós vamos proteger as mulheres de verdade no Brasil”, disse.

 

A ministra afirmou, porém, que a obrigação de proteger as mulheres não é só do governo federal, mas dos estados, municípios e sociedade. “Os vizinhos tem que vir junto. É uma responsabilidade de todos nós. Se preciso for, fazemos uma grande revolução cultural no Brasil em defesa da mulher. Do jeito que está não pode ficar”, disse.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE