PUBLICIDADE
Zema estuda fusão das secretarias de Meio Ambiente e Agricultura em Minas
31/10/2018 17:43 em Minas Gerais

 

Proposta do governador eleito segue medida anunciada por governo de Jair Bolsonaro. Zema também admite que pode manter quadros do PT

 

 

O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) disse nesta quarta-feira, que, assim como no governo de Jair Bolsonaro (PSL), poderá fazer a fusão entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a pasta de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Ele garantiu, entretanto, que a estrutura do Meio Ambiente será mantida. "Vamos manter toda a estrutura do Meio Ambiente a parte para que essa atribuição funcione muito bem. Porque ela é essencial para a preservação e também para agilizar as licenças ambientais, que são grandes gargalos da gestão pública", ponderou.

 

A declaração foi feita em entrevista à Rádio Super nesta quarta-feira. Zema não detalhou ainda como será a reforma administrativa, em que pretende reduzir de 21 para nove pastas. Além da fusão do Meio Ambiente e da Agricultura, está prevista a união entre a secretaria de Segurança e de Sistema Prisional.

 

Ele admitiu que pode manter alguns secretários da gestão de Fernando Pimentel (PT) em seu governo, mas ressaltou que isso ainda está em estudo.

 

"Nós queremos bons nomes no secretariado e pode ser que alguns dos atuais venham a ser mostrar muito adequados e preparados. Por que não? Mas até o momento não temos nenhuma definição", comentou Zema. Segundo o governador eleito, a intenção é que o secretariado seja composto por um bom quadro técnico, independentemente do partido.

 

Por Estado de Minas/Site Estado de Minas

postado em 31/10/2018 16:02

A imagem da capa do site Multisom foi retirada de arquivos da internet/Google

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE